sexta-feira, 3 de julho de 2015

Parabéns mana ♥♥

A minha irmã já cá estava quando eu nasci e tem estado sempre por perto todos os dias desde então. Ela tinha apenas 18 meses quando eu apareci e pensava que eu era um cão (não me perguntem porquê). Era tão pequenina e nunca teve ciúmes nem pena de ter de começar a dividir tudo por dois. Muitas pessoas dizem que somos parecidas, muitas outras dizem que somos muito diferentes. Ela tem uns lindos olhos azuis que eu não percebo porque não me calharam a mim e é mais alta, mas tudo o que ela tem de bom só me deixa mais feliz. Porque quando gostamos muito de alguém é assim, queremos que tudo de bom aconteça primeiro a eles do que a nós. Ela foi a minha primeira amiga e companheira de brincadeiras, parvoíces e viagens. Partilhamos os mesmos pais, partilhámos o mesmo infantário e as mesmas escolas, partilhámos amigos, brinquedos e roupas. Mas não podíamos ser mais diferentes, mesmo que quiséssemos. Ela sempre foi mais de letras, eu de matemáticas. Tivemos as nossas zangas, as nossas chatices e confusões, mas no fim somos sempre irmãs. Ela é a minha única irmã e será sempre a minha querida mana.

Nós as duas em 1991, no dia do nosso baptizado.
(eu à esquerda, ela à direita)

Sem comentários:

Enviar um comentário