terça-feira, 4 de novembro de 2014

O futebol

Eu admiro a paixão que os homens têm pelo futebol, a sério que sim. Uma paixão desmedida e tão dedicada pelo seu clube - um amor nos bons e maus momentos. Eles vêem o pré-jogo, o jogo, o pós-jogo, os comentários, a repetição dos golos e os melhores momentos do jogo. Têm sempre os sites d'A Bola e do Record abertos no computador e sabem tudo o que se passa com os jogadores, os treinadores, os técnicos e os apanha-bolas. Eu adorava ter uma paixão assim, que apesar de não ser correspondida, é tão bem aceite e muitas vezes maior do que qualquer outra paixão (por pessoas e tal). Eu nunca gostei de futebol, talvez por ter sido obrigada a jogar tantas vezes em Educação Física, apesar de não fazer ideia do que estava para ali a fazer. E também não gosto de ver futebol, acho tão aborrecido e não tenho nenhum clube, o que torna impossível vibrar com o que quer que seja que aconteça num jogo. E depois é tudo tão complicado! Há não sei quantas ligas e uma catrefada de campeonatos, taças e prémios; uns com pontos, outros com eliminatórias e sei lá mais o quê. Acho incrível essa capacidade que os homens têm para saber tudo e mais alguma coisa sobre futebol. Porque por mais que eu tente mostrar interesse e perceber alguma coisa, a pergunta "isto é para o quê?" resulta sempre num enorme despejo de informações super interessantes, mas que passados cerca de 30 segundos eu já não estou a ouvir. Tenho que arranjar uma paixão assim, talvez por crocket.

1 comentário:

  1. Eu até gosto que o meu namorado goste de assistir a todos os jogos de futebol,futsal e etc etc,mas daí a impedir-me de ver uma telenovela ou um documentário de animais por causa dos jogos com bola,até aí vai uma longa distância!! Nunca gostei deste tipo de coisas,para mim é telenovelas e documentários de animais!!

    ResponderEliminar