quarta-feira, 29 de março de 2017

Ver mal é uma seca

Desde os meus 12 anos que sei que tenho miopia — é provável que já tivesse antes, mas nunca tinha descoberto. Na altura, o oftalmologista indicou-me que apenas precisava de usar os óculos nas aulas, visto que a miopia que eu tinha não era ainda muito elevada. Mas entretanto continuou a piorar e vi-me mesmo obrigada a usar óculos sempre. O problema é que eu nunca me habituei a eles, não porque não goste de me ver de óculos, mas porque acho extremamente desconfortável. Não sei explicar bem porquê, mas acho que tem a ver com as aberturas de lado, sendo que se olhar por lá vejo tudo desfocado e isso faz-me uma confusão tremenda (por exemplo, a descer escadas). Por isso, aos 16 anos comecei a usar lentes de contacto e, desde então, são as minhas melhores amigas. Na altura disseram-me que quando chegasse aos 18 anos as dioptrias iriam estabilizar, o que não aconteceu. Depois disseram que aos 21 talvez parasse de aumentar. Entretanto tenho 26 anos, um astigmatismo para juntar à colecção e dioptrias que não param de crescer. E isto é uma chatice porquê? (Para além de todas as razões óbvias.) Porque ainda há cerca de um mês e pouco encomendei lentes para seis meses e já sinto que preciso de mudar a graduação. Durante o dia não tenho quaisquer problemas em ver o que está no computador, mas quando preciso de ver ao longe é para esquecer. E agora, que hei-de fazer? Ainda tenho lentes para quatro meses e aquilo ainda é bastante caro. Mas é cada vez mais difícil sentir que me esqueci das lentes em casa quando estou com elas colocadas. Raios parta a miopia.

4 comentários:

  1. Como te percebo !

    Aliás, acho que só quem tem falta de vista compreende como é viver com isso, seja com óculos ou com lentes de contacto (ainda para mais quando a miopia não consegue viver sozinha e chama o amigo astigmatismo para fazer-lhe companhia). Para quem usa óculos é o desfoque nas laterais, é o ter de limpar as lentes constantemente, é o ter de deixá-los sempre no mesmo lugar quando vamos dormir (caso contrário ficamos quase como no escuro quando nos levantamos). Para quem usa lentes de contacto (que também são as minhas BFF) é o desconforto após utilização prolongada, é o inferno de quando entra uma pestana ou uma poeira qualquer no olho, entre outras coisas igualmente simpáticas.

    Inicialmente também mudava de graduação com frequência, mas a partir do momento em que comecei a utilizar lentes de contacto posso dizer que até estabilizou bastante. Até pode alterar uma coisinha ou outra de um ano para o outro, mas nada que justifique a colocação de novas lentes (nos óculos, que só uso em casa!). Normalmente faço as encomendas em sites online e a experiência tem sido boa até o momento, sobretudo porque poupo imenso (em vez de gastar uns 100€ em 2 caixas para 6 meses, com uma graduação diferente para cada olho, acabo por gastar cerca de 40€).

    Apesar de ter um pouco de receio, estou muito tentada a fazer a cirurgia de recuperação da visão daqui a um tempinho. Até lá continuo a usar as "bengalas" habituais.

    Beijinho, E.*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu só comecei a comprar online há pouco tempo e realmente poupa-se imenso! Quanto à cirurgia, há uns tempos perguntei ao médico e ele diz que eu vejo mal, mas não o suficiente para a poder fazer. De qualquer forma, acho que teria mesmo muito medo :/

      Eliminar
  2. Ainda hoje fui ao oftalmologista. Só comecei a usar óculos já tinha 17 anos, e nunca gostei. Uso lentes de contacto sempre. Todos os dias, durante todo o tempo que estou acordada. Mas sim, andei muito tempo a mudar aumentar a graduação de 6 em 6 meses. Hoje fui à médica e ela diz que estou a ver melhor. É sinal que finalmente aos quase 26 anos isto está a estabilizar!


    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que aconteça o mesmo comigo! Fico mesmo cheia de medo que isto nunca pare de crescer :(

      Eliminar