terça-feira, 6 de dezembro de 2016

(Provavelmente) o texto mais bonito que já escrevi

Modéstia à parte, acho que já escrevi textos bastante bonitos ao longo da minha vida. E muitos estão neste blogue. Sim, a maioria são só textos normais, sobre coisas do dia-a-dia ou até um bocadinho parvos. Mas existem por aqui alguns de que me orgulho e que releio de vez em quando. É o caso deste, que hoje vos deixo aqui de novo. Um texto escrito a 3 de Maio de 2015, sobre a minha mãe.

——

Ela é a razão pela qual eu acredito no amor incondicional. É o meu maior apoio e a minha maior força. Foi graças a ela que tive uma infância muito feliz e cheia de coisas boas. Ela prova-me todos os dias que vale a pena estar aqui e que somos muito mais fortes do que pensamos. É por causa dela que sou sensível, preocupada e tão humana. Ela ensinou-me a apreciar cada pormenor, cada prendinha, cada jantar fora, cada peça de roupa. E é por culpa dela que me entusiasmo por tudo e por nada e aprecio cada paisagem como se fosse a primeira vez que a vejo. Aprendi com ela o amor por todos os seres vivos e pelo trabalho árduo, que o dinheiro custa muito a ganhar e que devemos esforçar-nos a 100% em tudo o que nos comprometemos. Que devemos respeitar toda a gente, mesmo que não nos tratem da mesma maneira. Que podemos e devemos ser brutas às vezes, sem no entanto deixarmos de gostar tanto. Foi a primeira a dizer para eu ir para Madrid, mas a primeira a querer que eu voltasse depressa. Ela é a razão pela qual adoro o Alentejo e a nossa enorme família. Eu sei sempre, sempre, sempre quando ela está a mentir. Posso estar do outro lado do mundo, mas falo com ela todos os dias, várias vezes por dia. Quando ela se chateia comigo fico sem chão. Ela é a maior parte da minha felicidade e também o meu maior medo. Não consigo imaginar um mundo sem ela, nem quero, porque sei que será um mundo onde não vou querer continuar a viver.

Post original aqui.

——

Também gosto muito, muito do texto sobre mim, tive a relê-lo e reparei que já precisa de umas actualizações :) A ver se trato disso.

8 comentários:

  1. Texto muito bonito... bem como a sua mensagem.

    ResponderEliminar
  2. Um dia queria ter uma filha que escrevesse assim sobre mim :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu espero muito conseguir ser uma mãe como ela :)

      Eliminar
  3. Entendo que gostes muito do texto mas sem te querer de forma alguma desmoralizar, acho que este texto podia ter sido escrito por uma criança de 10 anos. Foi com a minha mãe que aprendi x. Porque não, a minha mãe é o amor aos animais e ao trabalho árduo, a minha mãe é recompensa, etc etc.
    Continua e com o passar do tempo vais ler com orgulho a evolução :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não desmoraliza, de verdade :) Lá por ser um texto simples, não quer dizer que não seja bonito. E escrever bem também implica saber escrever de forma simples. Sem palavreado difícil. Além de que é preciso alguma sensibilidade para o fazer, coisa que duvido que uma criança de 10 anos o consiga. Mas obrigada pela opinião! Irei continuar a escrever, é o que faço da vida :P

      Eliminar