quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Prémio Nobel da Música... perdão, da Literatura

Estava aqui uma pessoa a rezar pelo Murakami, para ter pelo menos mais uma forma de defender um dos meus escritores preferidos. Quando toda a gente diz que detesta a sua escrita. E que ele não escreve nada de jeito, é sempre tudo sobre o mesmo e ninguém entende de que raio está ele a falar. E ganha o Bob Dylan. Nada contra, a sério, mas dava-me mesmo jeito que o Murakami tivesse finalmente arrecadado aquele que costumava ser o prémio mais importante da literatura. Agora já não sei, mas não volto a ver o anúncio do vencedor em directo que me ia dando uma coisinha má.

{Adoro o Murakami, tenho quase todos os livros dele e apesar de não adorar tudo gosto mesmo muito dele como escritor e como pessoa. Mas podem não gostar, está bem? Eu vou continuar a dizer que ele é genial.}

3 comentários:

  1. Quem é que pode não gostar de Murakami? Tem a escrita mais cativante de todas, e ainda que algumas histórias não façam muito sentido (Kafka on the Shore hummm) voltava a ler os livros dele vezes sem conta, mais não seja para desvendar um pouco mais. O mal da minha geração é que estão habituados a Stephenies Meyers, Norahs Roberts e afins.
    Ainda só li 2 livros do Murakami até agora, infelizmente, mas é um problema que vai ser resolvido.
    Quanto ao Nobel, sem comentários.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também penso isso mesmo! Obrigada por não me deixares sozinha :)

      Eliminar
  2. Aqui a chata tem um livro de Murakami que nunca conseguiu devorar. Comecei a lê-lo 3 vezes e simplesmente não aguento. Estou talhada para outras coisas (que não serão com certeza melhores, apenas diferentes, como o meu grande amor Ruiz Zafón, por exemplo).
    O premiado foi uma enorme surpres, sem dúvida!

    ResponderEliminar