quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Odiamos ser humanos

Orgulhamo-nos de ser humanos. Afirmamos com todas as certezas do mundo que somos o animal racional. O único entre tantos. Eu acho que isso é bastante discutível, mas não é isso que hoje me traz aqui. A questão é que temos esse orgulho tão grande e no entanto, lá bem no fundo, odiamos ser humanos. Detestamos a celulite, as estrias e as varizes. Queremos ter olhos que vêem muito bem e um estômago que não se engana a fazer a digestão. Preferimos mamas maiores, ou mais pequenas, rabos mais redondos e narizes mais pequenos. Não queremos gorduras extra nem cabelos estragados. Queremos mandar as rugas às urtigas e que a gravidade não nos afecte. Queixamo-nos de tudo o que nos faz humanos. E arranjamos novas e inovadoras formas de mudarmos isso. Eu também não gosto de algumas coisas que me fazem humana, como a miopia e o astigmatismo. Não gosto de ter escoliose nem sinusite. Sim, também me queixo da parva da celulite e do facto do meu rabo ser feito de estrias desde os 15 anos. Mas depois vou à minha vida. Porque a verdade é que sou humana e não quero ser outra coisa que não isso. O meu corpo conta uma história, a minha história. E se ela não é perfeita, porque havia ele de ser? Sim, uso produtos para melhorar algumas coisas ou para não piorar outras. Mas no fim do dia prefiro ser humana e ter estas pequenas falhas do que ser apenas uma espécie de manequim de montra que fica bem em todas as fotografias.

4 comentários:

  1. Ai somos mulheres, e mulher sofre não é?
    Temos 1001 coisas que queremos mudar, em especial no Nosso corpo, a bem dizer não conheço ninguém que não sinta isso.
    Valha-nos os tratamentos e produtos que temos disponíveis, para nos ajudar nesta correção!

    Aproveito para te convidar a conhecer o meu blogue.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Esses erros de estetica se é que lhe podemos chamar erros fazem parte do corpo humano, não há volta a dar. É normal, é usual, e só temos que tentar lembrar-nos disso todos os dias!

    ResponderEliminar
  3. Também acho bastante discutível isso de sermos o único animal racional - só é verdade na medida em que medimos a inteligência dos outros animais pelos nossos próprios padrões, o que não faz grande sentido. Quanto ao resto, o ódio aos nossos corpos não é uma coisa de humanos, é uma coisa de culturas humanas, que só exige não nos deixarmos cegar pelas mil e uma exigências da sociedade. Eu tenho miopia e gosto, assim quando estou a ver um filme de terror posso tirar os óculos e ver a parte que assusta toda desfocada :P

    ResponderEliminar
  4. É verdade. Gostamos muito de ser humanos mas queixamo-nos de tudo o que nos torna nisso mesmo, humanos. Nunca havemos de estar bem com o que temos :)

    ResponderEliminar