sexta-feira, 15 de julho de 2016

Este mundo assustador

Dormi mal esta noite. Acordei em sobressalto com uma cãibra no gémeo. A segunda bastante forte que me dá desde que me lembro. Uma dor horrível, uma noite mal dormida por causa disso e por causa deste mundo tão assustador onde me vejo a viver. Ontem estava na sala a ver televisão e no computador a fazer umas coisas. Depois de um dia cansativo e stressante de trabalho, depois de ter descontraído a fazer exercício. Pus na RTP1 e estava a dar um concerto do MEO Marés Vivas, dos D.A.M.A. Estava mais concentrada no computador, mas com o olhar a deambular para o ecrã da TV, de vez em quando. Tinha visto algo muito por alto sobre um novo atentado em França e estava a pesquisar na Internet, quando de repente param a emissão do concerto para uma notícia de última hora. Pus o computador de lado e concentrei-me na televisão. Um  homem num camião decidiu atropelar uma multidão, levando tudo à frente, como se nada fosse. Como se tivesse havido uma tragédia como uns travões avariados ou uma força qualquer a empurrar aquele objecto gigante para cima de pessoas inocentes. Mas não, aquele homem carregou deliberadamente no acelerador e decidiu acabar com as vidas, os sonhos, a esperança de mais de 70 pessoas. Isto sem contar com famílias inteiras destruídas e despedaçadas. Vejo as imagens, os vídeos, leio as notícias e continuo sem entender. Não acho que seja para entender. Mas só espero que não comecemos a achar isto normal, que não seja apenas mais um. Até nos bater à porta. Gostava mesmo muito que quem manda nisto tudo (quem será?) se lembre que violência só atrai mais violência e responder a este e a outros ataques atrozes com mais violência não vai fazer com que nada mude para melhor. Apenas para pior.

1 comentário:

  1. é triste termos pessoas *riscando* monstros destes no nosso lindo planeta... They're a waste of space

    dorky-and-weird.blogspot.com

    Xoxo Jessy

    ResponderEliminar