quarta-feira, 9 de março de 2016

Vida

E de repente voltas a ter 19 anos e sentes tudo como se tivesse sido ontem. Porque apesar de terem passado 6 anos os sentimentos continuam iguais, estranhos e confusos, mas iguais. Tu estás diferente, as pessoas também, mas o mundo está igual e continua a ser demasiado grande para ti. Quase toda a gente que estava na tua vida já se foi embora, ou talvez tenhas sido tu que te afastaste. Mas entraram novas pessoas, que talvez valham mais a pena. Sentes que cresceste, que sabes mais coisas e a vida está um pouco mais simples. Mas há dias em que continuas a ser aquela miúda meio perdida, estranha e sem saber muito bem o que quer. Talvez o problema seja recordares o que já passou, os dias estranhos que parecem ter ficado para trás, mas que por vezes voltam à tua memória. Desejas que várias coisas não tivessem acontecido e que outras tivessem acontecido mais cedo, mas a verdade é que nunca saberias. É por isso que tentas pensar melhor nas coisas e tomar aquela que pensas ser a melhor decisão. Não só para ti, mas também para os outros, até porque te ensinaram desde bem cedo que existe todo um mundo à tua volta e o teu umbigo é o último sítio para onde deves olhar. Depois esqueces o passado e olhas em frente, porque é nesse sentido que a vida vai.

2 comentários:

  1. Sorrio quando me apercebo que não estou sozinha com os meus pensamentos. A diferença está no olhar em frente de mão dada, coisa que por vezes nos faz falta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade. Mas quando não houver uma mão para nos agarrarmos, pomos as mãos nos bolsos e continuamos o nosso caminho. Mais vale só do que mal acompanhado :)

      Eliminar