quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

25

Nasci há 25 anos, pelas 9h50 da manhã. A minha mãe tinha tido a minha irmã há apenas 18 meses e eu cheguei para dar cabo disto tudo. Fui uma bebé calminha, pouco chorona, que não queria chupeta e também não gostava nada de comer. Nasci bem gorduchinha, mas fui ficando uma pequena trinca-espinhas ao longo da minha infância. Aos 3 meses fui para o infantário porque teve de ser e aos 5 anos entrei para a escola primária. Penso que tive uma infância feliz, cheia de pequenos amiguinhos e muitos risos. Era uma criança simples, simpática, reguila, mas sempre sorridente. Aos 17 anos começaram os verdadeiros problemas com a faculdade, sabia lá eu o que queria fazer da vida com essa idade (ainda não sei muito bem). Gostava de várias coisas e isso complicou-me um bocadinho a vida, mas era muito boa a matemática e decidi seguir esse caminho. Errei redondamente. Fui para Matemática Aplicada e não gostei, mudei para Marketing e gostei muito dos 3 anos que passei a estudar para isso. Não me arrependo nada desta parte da minha vida, estou num trabalho que gosto muito e espero conseguir manter. Faço o que gosto, apesar de muitas vezes me apetecer muito mais ficar na cama a vegetar. A vida assusta-me há muito tempo, porque penso demasiado nas coisas e sou muito exigente. Às vezes gostava de ser mais simples e um bocadinho mais ignorante, mas não dá. Por isso tento só ser eu própria e preocupar-me muito pouco com o que os outros pensam. Talvez essa seja a melhor e pior coisa em mim, tento não ter filtros, ser simplesmente eu. Até porque não há outra pessoa que eu consiga ou queira ser se não eu. Na maior parte das vezes pode não ser fácil, mas as outras vezes consigo realmente perceber que talvez isto de viver até seja bom. A vida é uma coisa mesmo assustadora e às vezes acho mesmo estranho como conseguimos ser felizes com tudo o que se passa à nossa volta. Mas acho que posso dizer que sou feliz na maior parte dos dias, nos outros tento esquecer-me do mundo e ser feliz também.

Entretanto se quiserem saber mais sobre mim vão aqui. Se não quiserem, fiquem com algumas fotos, só porque hoje é o meu dia e posso ser egocêntrica à vontade.













8 comentários:

  1. Parabéns! Espero que o passar dos anos te traga a capacidade de aceitar mais a vida e não te preocupares tanto, sê feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Honestamente, também espero que sim :) Muito obrigada!

      Eliminar
  2. Muitos Parabéns e um dia feliz cheio de prendinhas:). Beijinhos

    http://Meninaricameninapobre.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Parabéns querida! Beijo enorme :) E adorei a auto-descrição, vermo-nos assim, de fora, é muito bom... É uma capacidade engraçada mesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! :) É uma coisa mesmo divertida de se fazer, tentar ver-nos de fora, como se fossemos outra pessoa a descrever-nos.

      Eliminar
  4. Parabéns e que venham muitos mais anos!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar