domingo, 3 de maio de 2015

M♥m

Ela é a razão pela qual eu acredito no amor incondicional. É o meu maior apoio e a minha maior força. Foi graças a ela que tive uma infância muito feliz e cheia de coisas boas. Ela prova-me todos os dias que vale a pena estar aqui e que somos muito mais fortes do que pensamos. É por causa dela que sou sensível, preocupada e tão humana. Ela ensinou-me a apreciar cada pormenor, cada prendinha, cada jantar fora, cada peça de roupa. E é por culpa dela que me entusiasmo por tudo e por nada e aprecio cada paisagem como se fosse a primeira vez que a vejo. Aprendi com ela o amor por todos os seres vivos e pelo trabalho árduo, que o dinheiro custa muito a ganhar e que devemos esforçar-nos a 100% em tudo o que nos comprometemos. Que devemos respeitar toda a gente, mesmo que não nos tratem da mesma maneira. Que podemos e devemos ser brutas às vezes, sem no entanto deixarmos de gostar tanto. Foi a primeira a dizer para eu ir para Madrid, mas a primeira a querer que eu voltasse depressa. Ela é a razão pela qual adoro o Alentejo e a nossa enorme família. Eu sei sempre, sempre, sempre quando ela está a mentir. Posso estar do outro lado do mundo, mas falo com ela todos os dias, várias vezes por dia. Quando ela se chateia comigo fico sem chão. Ela é a maior parte da minha felicidade e também o meu maior medo. Não consigo imaginar um mundo sem ela, nem quero, porque sei que será um mundo onde não vou querer continuar a viver.

Sem comentários:

Enviar um comentário