segunda-feira, 11 de maio de 2015

Fé neste mundo: 0

Ontem já passava da meia-noite quando tocaram à campainha. Era um senhor que adoptou um dos cachorrinhos de uma ninhada abandonada que tivemos lá por casa. Nem sequer sei que nome ele lhe chegou a dar, ele disse que não se adaptam à cadelinha, que ela morde tudo e blablabla. A Mia tem apenas 2 meses e já foi devolvida duas vezes. Estão a ver quando umas calças não nos ficam bem e decidimos devolvê-las? Há pessoas que pensam que ter um cão é mais ou menos a mesma coisa. Não é. Os cães precisam de tempo para crescer e para aprender. Requerem muita paciência, chinelos roídos e chichis pela casa. A Mia precisa de alguém assim, que consiga ensiná-la e perceba que ela ainda é apenas um bebé. Eu vou tentar encontrar essa pessoa, mas se desse lado conhecerem alguém, estejam à vontade para partilhar.


Sem comentários:

Enviar um comentário