sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

A mesa é minha!

Esta mania de guardar mesa na zona de restauração dos centros comerciais foge completamente à minha compreensão. É que até já se vêem vários avisos (sirva-se primeiro, sente-se depois), apesar de eu achar que as pessoas já sabem disso há que séculos. As pessoas não querem saber, porque dá uma trabalheira andar com o tabuleiro à procura de lugar. Pois. Então toca de se sentarem e mandarem outro ir buscar a comida. E ali ficam, demasiado tempo, a guardar uma mesa que julgam claramente ser deles. Oh minha gente, eu sei que chateia imenso andar de tabuleiro a fazer piscinas por entre mesas e cadeiras, eu sei. Mas se vos chateia a vocês, também chateia os outros, sim? Se pensarem um bocadinho, a regra (sirva-se primeiro, sente-se depois) faz todo o sentido. Porque se toda a gente se lembrar de sentar primeiro e servir depois, as mesas e cadeiras ficam ocupadas pelo menos o dobro do tempo. Sentar o rabinho está bem, pensar está quieto. E um cérebro, não? Para a próxima vez que disserem à companhia de almoços que querem um Big Mac com Coca-cola sem gelo digam também para vos trazer um cérebro para acompanhar com as batatas.

1 comentário:

  1. Não podia concordar mais! É uma vergonha uma pessoa querer comer descansada e não conseguir porque outras pessoas acham normal ficar a reservar mesa!

    Beijinhos,
    Carolina

    ResponderEliminar