sexta-feira, 14 de novembro de 2014

I'm not so weird to me

As pessoas dizem que eu sou estranha e diferente, mesmo as mais chegadas. Porquê? Basicamente não gosto de beber álcool, não fumo e odeio que fumem, não gosto de sair à noite para os típicos sítios onde todos vão (tipo Bairro Alto, blherc) e aqueles jantares de grupo onde a principal preocupação de todos é "há bebida à discrição?" não me interessam minimamente. Irrita-me cada vez que me perguntam "afinal porque não bebes?", como se isso fosse um requisito hoje em dia. Há pessoas que não gostam de peixe, eu não gosto de álcool. É assim tão difícil de perceber? Eu gosto de muitas outras coisas... Gosto de jantar com o meu pequeno grupo de amigos, de ir ao cinema, de passear por Lisboa, de viajar e conhecer o mundo. Já fui a tantos sítios que perdi a conta, já li tantos livros e vi tantos filmes! A vida tem que ser mais do que sair e beber até cair para o lado, certo? Tem que ser mais do que acharmos que nunca vivemos até sabermos o que é uma bebedeira e fazer argolas de fumo com cigarros. Eu sinto-me perfeitamente bem por ser ignorante em qualquer um desses aspectos, a vida é muito mais do que isso. Quando souberem divertir-se à grande sem terem que recorrer a umas dessas coisas, pode ser que comecem a perceber porque raio sou tão estranha, mas tão profundamente de bem comigo própria.

2 comentários:

  1. Como eu te entendo. Sou igualzinha! E do nada, ouço coisas como "aí tu não és normal nem parece que tens essa idade!"
    Simplesmente prefiro um bom jantar a uma ida à discoteca, entre outras coisas :D

    Beijinhooos :)
    http://princesasemtiara.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  2. Este texto podia ter sido escrito por mim, sem dúvida!

    ResponderEliminar